Atividade física X saúde mental

Atualizado: 29 de Out de 2019


Discussões sobre a prática de exercícios na área da saúde mental estão cada vez mais presentes. E o principal motivo é o fato de que as pessoas com transtornos mentais apresentam a saúde física mais comprometida que a população em geral, tendo mais problemas como obesidade, diabetes e doenças cardiovasculares. O ganho de peso é comum nessas pessoas, tanto em consequência dos sintomas como pelo isolamento e diminuição da vontade. Além disso, algumas medicações usadas no tratamento podem provocar também esse efeito colateral.


Mas qual atividade praticar? “O tipo de exercício não importa. A pessoa pode começar com uma caminhada, que é a maneira mais simples e barata de se exercitar. Mas ela deve fazer algo que goste, deve se sentir bem praticando e manter uma rotina”, afirma Cecília Attux, psiquiatra e colaboradora do Proesq – Programa de Psiquiatria da Unifesp- Universidade Federal de São Paulo.

Estudos realizados tanto em animais quanto em humanos sugerem que exercícios, principalmente os aeróbios (que varia entre baixa e média intensidade e longa duração), auxiliam na preservação da memória, na qualidade do sono, no humor, diminuem os níveis de estresse, combatem as doenças ligadas ao envelhecimento e ainda ajudam a controlar os sintomas de depressão e ansiedade, tanto em pacientes com algum transtorno psiquiátrico, quanto na população em geral. Os estudos também indicam que a prática de atividade física fortalece o sistema imunológico, diminui a dor crônica e melhora a atenção e concentração.


Mas isso tudo só ocorre devido ao aumento de endorfinas no sistema nervoso. Endorfinas, assim como a adrenalina são substâncias químicas produzidas no cérebro principalmente durante a prática de atividade física e que provocam uma sensação de prazer, euforia e bem estar. Esta sensação de bem estar provocada pelo exercício reflete diretamente na autoestima. Pessoas que se exercitam com regularidade cuidam melhor da aparência. Estudos sugerem ainda que o exercício físico seria eficaz não apenas na prevenção, mas também, no tratamento dos sintomas ligados à depressão e à ansiedade.


Praticar um exercício também traz um importante fator social. “Naquele momento a pessoa convive e troca com outras pessoas, combatendo tendências de isolamento e proporcionando integração social”, explica Cecília Attux.


Na Casa Acompanhart contamos com um Profissional de Educação Física que explora a funcionalidade visando à manutenção e promoção da saúde. São realizadas caminhadas matinais na região e diversas atividades físicas indicadas de acordo com o perfil individual, visando principalmente fortalecimento muscular, ganhos de equilíbrio, coordenação motora e cognição.



#Acompanhat #MoradiaAssistida #CasaDia #Esquizofrenia #TranstornosMentais #tratamentoterapêutico #InserçãoSocial #TratamentoPsicológico #doençasmentais #Esquizofrênico #exercicioFísico #SaúdeMental #ExercicioFisicoESaúdeMental

 Moradia Assistida e Casa Dia

Rua Musas, 272 - Santa Lúcia
Belo Horizonte/MG - CEP: 30.360-660

Celular: 31- 9 9800-2111

Email: contato@acompanhart.com.br

Mantenha-se conectado

Participe da nossa newsletter para receber nossa informações e postagens

Trabalhe conosco

Envie seu currículo

whatsapp.png

Fale conosco

das 9h às 17h

  • Grey Instagram Icon
  • Grey Facebook Icon
  • Cinza ícone do YouTube

© 2019 by Acompanhart  - Todos os direitos reservados - Desenvolvido por Café com Pão Comunicação